Últimas Publicações

Obrigações do Dia

  • 26/Fevereiro/2020
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
saiba mais

Indicadores Econômicos

Moedas - 21/02/2020 16:08:41
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,392
  • 4,393
  • Paralelo
  • 4,330
  • 4,600
  • Turismo
  • 4,220
  • 4,570
  • Euro
  • 4,741
  • 4,744
  • Iene
  • 0,039
  • 0,039
  • Franco
  • 4,469
  • 4,472
  • Libra
  • 5,669
  • 5,673
  • Ouro
  • 228,110
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -
saiba mais

Agência confirma bloqueio celulares irregulares

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) informou, em nota, nesta segunda-feira (10) que vai bloquear telefones celulares irregulares em operação no Brasil. Só são legais os equipamentos que têm o selo da agência e tenham um registro válido chamado IMEI (Identidade Internacional de Equipamento Móvel, na sigla em inglês). 

Não existe uma data para a suspensão do serviço acontecer, mas haverá um aviso para o consumidor.

O objetivo é coibir o comércio irregular de aparelhos roubados ou furtados e evitar que celulares fabricados em outros países entrem em território nacional ilegalmente e sejam usados irregularmente.

A agência explicou que o número de celulares que poderiam ser bloqueados "ainda não é conhecido". Estima-se, porém, que 40 milhões de brasileiros seriam afetados pela medida.


O usuário pode verificar se o seu aparelho é regular informando o IMEI, um número do terminal móvel. Para conferir qual o número IMEI de seu aparelho basta digitar o código *#06# para exibi-lo na tela do terminal.

A agência recomenda que o consumidor compare se o número IMEI que aparece na tela do celular é o mesmo que consta na caixa do equipamento e também na nota fiscal. "Caso os números sejam diferentes é provável que o aparelho não seja regular", destaca.

Os usuários serão avisados sobre o bloqueio do aparelho. De acordo com a Anatel, "a proposta em estudo prevê que somente serão desligados os aparelhos que forem ativados após o início de envio de mensagens pelas operadoras para os assinantes informando que os celulares são irregulares".

A entidade encerra o comunicado dizendo que "o desligamento não prejudicará os usuários que de boa fé adquiriram tais aparelhos".

Fonte: noticias.r7

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
MFM Contabilidade e Consultoria S/S LTDA
Av. Anita Garibaldi, 850 - sala 812 - Torre Premium - Bairro Cabral - Curitiba/PR
CEP: 80540-180  |  Fone / Fax (41) 3086 1412