Últimas Publicações

Obrigações do Dia

  • 14/Julho/2020 – 3ª feira.
  • ICMS/REDF | Registro Eletrônico de Documento Fiscal (REDF).
saiba mais

Indicadores Econômicos

Moedas - 14/07/2020 10:10:39
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,403
  • 5,404
  • Paralelo
  • 4,960
  • 5,570
  • Turismo
  • 5,350
  • 5,670
  • Euro
  • 6,141
  • 6,143
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,745
  • 5,748
  • Libra
  • 6,764
  • 6,767
  • Ouro
  • 313,230
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -
saiba mais

O papel do contador para as micro e pequenas empresas

A contabilidade é o pilar que sustenta tudo o que uma micro ou pequena empresa pretende desenvolver, desde produtos ou serviços, até suas estratégias. Isso parece ser um tanto quanto pretensioso, mas a seguir você vai ver que investir em uma boa gestão contábil é um dos fatores primordiais para alcançar o sucesso do negócio.

Vamos começar pelo começo: empreender no nosso país não é tarefa simples. A quantidade de documentações e burocracias que envolvem o processo de abertura de uma empresa é alta, isso sem contar os impostos e tributações. Além disso, existem diversos trâmites exclusivos para micro e pequenas empresas que podem ser um tanto complexos de realizar sem ajuda de um profissional de contabilidade. Por exemplo, se a empresa for aberta em sociedade, o contador deverá definir a divisão da participação dos sócios, o capital social, além do modelo de tributação e planejamento financeiro. Muitas vezes o processo de abertura necessita até da participação de um advogado, ou seja, é melhor ser feito por quem tem conhecimentos específicos no tema.

No dia a dia de uma micro ou pequena empresa, o contador também tem participação ativa. Engana-se quem pensa que o trabalho do profissional de contabilidade se resume em contratos jurídicos, financeiros e planejamentos, um bom contador alia operacional e estratégico a fim de oferecer consultorias e dar o embasamento necessário para planejamentos futuros. Na prática, isso quer dizer que ele dá o suporte sobre possíveis mudanças na legislação, realiza os balanços, mantém o controle das contas que precisam ser pagas, além de ajudar no controle de estoque, fluxo de caixa, analisar as vantagens e desvantagens para obtenção de crédito junto aos bancos, entre outras inúmeras atividades.

É muito importante que o contador seja parceiro do negócio, e também é essencial que a empresa envolva o profissional nas estratégias e planejamentos, afinal de contas é ele quem vai dizer qual é o momento financeiro ideal para realizar ações de diferenciação de produto, marketing, além de investimentos em ampliação e aprimoramentos.

Para micro e pequenas empresas, ter um contador é a garantia de que a empresa não estará irregular ou em débito com o governo, além de permitir que os empreendedores se dediquem ao negócio em si, sem a necessidade de passar boa parte do tempo realizando tarefas financeiras e burocráticas.

Antes de contratar um contador, é preciso considerar que a atuação desses profissionais não se resume somente a parte técnica das finanças, ele também pode prestar consultoria, o que é indispensável para manter o negócio nos trilhos e se desenvolvendo.

Fonte: www.jornalcontabil.com.br - 30/09/2019

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
MFM Contabilidade e Consultoria S/S LTDA
Av. Anita Garibaldi, 850 - sala 812 - Torre Premium - Bairro Cabral - Curitiba/PR
CEP: 80540-180  |  Fone / Fax (41) 3086 1412