Últimas Publicações

Obrigações do Dia

  • 28/Fevereiro/2020
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Contribuição Sindical - Autonomos e Profissionais Liberais.
  • Operações com criptoativos
  • Informe de Rendimentos Financeiros - PJ.
  • Comprovante de Rendimentos - Pessoas Físicas.
  • Comprovante Anual de Retenção do IRPJ/CSL/Cofins/PIS-Pasep.
  • Comprovante Anual de Retenção da CSL/ Cofins/PIS-Pasep.
  • IPI (DIF-Papel Imune).
  • Decred.
  • Dirf.
  • Dimob
  • e-Financeira.
saiba mais

Indicadores Econômicos

Moedas - 27/02/2020 10:26:02
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,469
  • 4,469
  • Paralelo
  • 4,380
  • 4,650
  • Turismo
  • 4,290
  • 4,650
  • Euro
  • 4,899
  • 4,901
  • Iene
  • 0,041
  • 0,041
  • Franco
  • 4,608
  • 4,612
  • Libra
  • 5,767
  • 5,772
  • Ouro
  • 232,000
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -
saiba mais

Pente fino do INSS: Governo vai mirar quem recebe auxílio doença em 2020

Se você é um beneficiário do Instituto Nacional do Seguro Social, fique atento, pois a operação pente-fino do INSS deve averiguar todas as possíveis irregularidades nos benefícios. Agora, o principal alvo do governo são os beneficiários por invalidez e auxílio-doença. Se você recebe este benefício, confira quais são as principais causas para o governo cancelar seu benefício auxílio-doença no Pente fino do INSS.

O Pente Fino do INSS está previsto pela medida provisória 871, assinada por Bolsonaro no início de 2019 e transformada em lei no último mês de junho. Nesta operação é feita uma análise dos processos nos quais se tem suspeita de irregularidades. O INSS informou que até o início de dezembro foram cortados 261 mil benefícios irregulares. Esses cortes geraram uma economia de R$ 336 milhões por mês aos cofres públicos, e de R$ 4,3 bilhões em um ano.

Por quais motivos a aposentadoria é cancelada no pente-fino do INSS?
Auxílio-reclusão:

  • o detento recebe aposentadoria;
  • detento não possuía qualidade de segurado no momento da prisão;
  • o detento recebia mais que o teto legal no momento da prisão.

Pensão por morte:

  • morte de pessoa que não tinha mais qualidade de segurado;
  • uso de declaração falsa para comprovar a dependência;
  • beneficiário que recebe mais de uma pensão por morte de mesma classe (é possível acumular pensões, desde que sejam de classes diferentes);
  • marido de beneficiária não contribuía há mais de 12 meses da data do óbito.

Aposentadoria rural:

  • segurado tinha vínculo urbano no CNIS e o utilizou como tempo no campo;
  • segurado rural possuía CNPJ aberto e utilizou esse período como tempo para obter o benefício.

Como se prevenir da suspensão do benefício INSS?

Primeiramente, o governo envia para os alvos do pente-fino do INSS um comunicado, no extrato que você recebe no caixa eletrônico. Esse comunicado ainda pode vir pelo banco, por e-mail ou ainda por correspondência via correios.

Ao receber a notificação, o beneficiário tem 10 dias para preparar sua defesa e se apresentar em uma unidade do INSS. O ideal nesse caso é consultar um advogado especialista em direito previdenciário, para que sua defesa tenha mais chances de sucesso.

Se em 30 dias o beneficiário notificado não apresentar sua defesa ao instituto, terá o nome divulgado no Diário Oficial. Neste caso, o benefício será suspenso e apenas um advogado poderá tentar reverter a situação com um recurso administrativo dentro dos próximos 30 dias.

Por que Bolsonaro está fazendo um pente-fino no INSS?
Um dos principais motivos para a realização de pente-fino no INSS certamente é o corte de gastos com a Previdência Social. Assim como a reforma da Previdência, o pente-fino visa garantir mais fundos para o instituto com o corte de benefícios irregulares, pois isso também gera uma economia. Afinal, as maiores fraudes da Previdência Social brasileira estão nos benefícios de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.

De forma geral, o auxílio-doença do INSS é o seguro que mais passa por revisão. Em números, 7 de cada 10 benefícios do auxílio-doença passaram por revisão. Ainda em relação aos dados, as revisões de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez somaram 103,2 mil. Deste número foram cortados 44,4 mil (43% do total).

Já o auxílio aos doentes somam 33,5 mil perícias feitas e 24,9 mil (74%) benefícios cortados, enquanto que as aposentadorias por invalidez registram 69,7 mil perícias feitas. Deste número, 19,5 mil (28%) benefícios cortados.

Governo espera economizar quase R$ 10 bilhões
O INSS notificou 1,84 milhão beneficiários com processos suspeitos para comparecerem ao órgão e realizar comprovação de informações e necessidades. Sendo assim, a expectativa do governo é gerar uma economia de R$ 9,9 bilhões este ano, totalizando cerca de R$ 15,7 bilhões ao longo do programa de revisão de benefícios realizada pelo programa pente-fino.

A operação visa analisar mais de 3 milhões de cadastros. Estão passíveis de serem convocados as pessoas que recebem auxílio-doença do INSS ou aposentadoria por invalidez e que tenham menos de 60 anos. Caso não haja o comparecimento neste caso, o salário não é cancelado, mas poderá ser suspenso até a regularização.

A  Previdência pretende convocar principalmente quem recebe auxílio-doença, auxílio-acidente, aposentadoria por invalidez e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Ainda segundo o INSS, do total de suspeitas de irregularidades houve a constatação efetiva da fraude em 92,5%. O número representa benefícios cancelados quando o recebimento foi indevido de assistência para servidores públicos.

Em números gerais, em 2019, 59% dos cancelamentos e suspensões pelo pente-fino do INSS foram recebidos irregularmente pelos representantes legais de beneficiário falecido (pagamento pós-óbito).

Conteúdo original Seu crédito digital | 16/01/2020.

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
MFM Contabilidade e Consultoria S/S LTDA
Av. Anita Garibaldi, 850 - sala 812 - Torre Premium - Bairro Cabral - Curitiba/PR
CEP: 80540-180  |  Fone / Fax (41) 3086 1412